PESQUISA: CURTA-METRAGENS

Coloque entre aspas duplas (eg.: "Jorge Furtado")
Loading

25 de fev de 2008

Infernos

Obra fílmica sobre a personalidade e poesia de Nauro Machado (1935/ ) pelo qual se tem a oportunidade de se conhecer o rigor e pungência de seu texto, construído em meios às ruínas da cidade de São Luis (MA), lugar onde passa praticamente toda a sua vida e que com tal cidade estabelece uma relação de estranhamento, amor e de inevitabilidade do convívio cotidiano. Infernos construídos com a humanidade absurda do dia a dia para se dá conta de que a "Última lição do mármore (é que) não restará nem memória daquilo que o tempo grava" ou que "Depois do nada a solidão; depois da solidão, o nada". E nos incita a seguir: "Ah, fluamos nós, enquanto vivos, a solidão entre dois nadas". Duras revelações que o poeta mastiga pela palavra-consciência, obrigando-nos, como espectador, no caso, a participar desse inferno que é qualquer cidade, que é qualquer lugar. Fundamental registro artístico de uma personalidade marcante da poesia brasileira, concebido e dirigido por Frederico Machado.
Gênero Documentário
Diretor Frederico Machado
Ano 2006
Duração 13 min
Cor Colorido
Bitola 35mm
País Brasil

Ficha Técnica

Produção Frederico Machado, Aarden Abreu Filho, Rafael Costa Roteiro Frederico Machado Trilha original Joaquim Santos Câmera Frederico Machado Narração Nauro Machado Assistente de Produção Daniel Marcolino, Vicente Junior Argumento Aarden Abreu Filho Montagem Raimo Benedetti

Prêmios

Melhor Filme no Festival Internacional de Cinema de Valença 2007

Festivais

Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro - Curta Cinema 2007
Goiânia Mostra Curtas 2006
Mostra Expectativa - Fundação Joaquim Nabuco - Recife 2007

Nenhum comentário: